Juro Zero para microempreendedores individuais ultrapassa 20 mil operações
Sex, 10 de Janeiro de 2014 19:24
De acordo com os resultados de dezembro de 2013, o programa Juro Zero da Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS) atingiu a marca de 20.404 empréstimos, o que corresponde a R$ 57.529.074,91 destinados aos microempreendedores individuais (MEIs) catarinenses. "Tivemos um crescimento significativo no ano passado, de 35%, e estamos trabalhando para que o programa continue com este sucesso, alavancando a nova economia catarinense", salientou o titular da SDS, Paulo Bornhausen.
Foram realizados 740 empréstimos, totalizando mais de R$ 2 milhões, somente no mês de dezembro de 2013. Este número aponta um crescimento de 16% em relação ao mesmo período em 2012 e 23% a mais que em 2011. "Esperamos que, até o final de 2014, o Juro Zero atinja 30 mil concessões de crédito", estima Bornhausen.
Os MEIs formalizados com receita de, no máximo, R$ 60 mil por ano podem solicitar até R$ 3 mil reais em uma das 18 Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscips) habilitadas para operar o programa no Estado.  O valor é parcelado em até oito vezes e, se os sete primeiros pagamentos forem feitos em dia, o último, equivalente aos juros da operação, será isento. O Juro Zero também prevê o acompanhamento especializado feito por agentes de desenvolvimento treinados pelo do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina (Sebrae/SC).
O programa conta, ainda, com a parceria da Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina (Badesc) e da Associação das Organizações de Microcrédito de Santa Catarina (Amcred/SC).

De acordo com os resultados de dezembro de 2013, o programa Juro Zero da Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS) atingiu a marca de 20.404 empréstimos, o que corresponde a R$ 57.529.074,91 destinados aos microempreendedores individuais (MEIs) catarinenses. "Tivemos um crescimento significativo no ano passado, de 35%, e estamos trabalhando para que o programa continue com este sucesso, alavancando a nova economia catarinense", salientou o titular da SDS, Paulo Bornhausen.Foram realizados 740 empréstimos, totalizando mais de R$ 2 milhões, somente no mês de dezembro de 2013. Este número aponta um crescimento de 16% em relação ao mesmo período em 2012 e 23% a mais que em 2011. "Esperamos que, até o final de 2014, o Juro Zero atinja 30 mil concessões de crédito", estima Bornhausen.

Os MEIs formalizados com receita de, no máximo, R$ 60 mil por ano podem solicitar até R$ 3 mil reais em uma das 18 Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscips) habilitadas para operar o programa no Estado.  O valor é parcelado em até oito vezes e, se os sete primeiros pagamentos forem feitos em dia, o último, equivalente aos juros da operação, será isento. O Juro Zero também prevê o acompanhamento especializado feito por agentes de desenvolvimento treinados pelo do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina (Sebrae/SC).

O programa conta, ainda, com a parceria da Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina (Badesc) e da Associação das Organizações de Microcrédito de Santa Catarina (Amcred/SC).

Bookmark and Share

 

Juro Zero 100%!

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE) de Santa Catarina criou o programa Juro Zero para os microempreendedores individual (MEIs). Com o Juro Zero, a SDE promove o crescimento econômico do Estado, atuando junto à base da economia. O programa está presente em 100% do território catarinense, com mais de R$ 260 milhões concedidos em linhas de crédito.

 
  
      twitter2 facebook2 rss2

© 2011 - Desenvolvimento CIASC