Juro Zero: mais de R$ 1,8 milhão em recursos liberados pela Credioeste
Ter, 24 de Setembro de 2013 17:05
O programa Juro Zero para Microempreendedores Individuais (MEIs) vem apresentando resultados significativos neste ano. Na área de abrangência da agência de microcrédito Credioeste, que compreende 30 municípios no Oeste de Santa Catarina e outros 11 no Rio Grande do Sul, os recursos liberados no primeiro semestre somam R$ 688.700,00. Desde seu lançamento em novembro de 2011, foram autorizados mais de 600 operações que totalizam R$ 1.806.100,00 em crédito.
“Nossa região, atualmente, demonstra um crescimento expressivo no desenvolvimento dos pequenos negócios, o que reafirma a importância de oferecer a modalidade de microcrédito destinada aos microempresários”, salienta o presidente Ivonei Barbiero (foto).
No Estado, durante o mês de julho, o Juro Zero destinou R$ 2,7 milhões a 960 operações de microempreendedores individuais de Santa Catarina. Desde sua implantação, há quase dois anos, o programa já atingiu a marca de R$ 45,5 milhões em empréstimos em 16.245 operações.
O Juro Zero para MEIs é realizado pela Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS) em parceria com a Agência de Fomento de Santa Catarina (Badesc), Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina (Sebrae/SC), que dá consultoria de gestão e inovação; e é operado pelas Oscips que fazem parte da Associação das Organizações de Microcrédito de Santa Catarina (Amcred/SC).
O programa visa a incentivar o crescimento do empreendedorismo catarinense por meio de empréstimos de até R$ 3 mil para MEIs formalizados, com receita bruta anual de, no máximo, R$ 60 mil. O pagamento é dividido em oito vezes e, caso as sete primeiras parcelas sejam pagas em dia, a oitava que corresponde aos juros da operação, é quitada pelo Governo do Estado.
MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL
O microempreendedor individual é uma categoria em constante ascensão em Santa Catarina. Somente na área de abrangência da coordenadoria regional Oeste do Sebrae/SC, são atualmente mais de 9 mil profissionais que deixaram a informalidade desde 2009. No Estado, este número contabiliza mais de 105 mil. “Esse índice expressivo de formalizações deve-se ao fato de que os trabalhadores compreenderam que a iniciativa traz sustentabilidade e outros benefícios”, avalia o diretor técnico do Sebrae/SC, Anacleto Ângelo Ortigara.

O programa Juro Zero para Microempreendedores Individuais (MEIs) vem apresentando resultados significativos neste ano. Na área de abrangência da agência de microcrédito Credioeste, que compreende 30 municípios no Oeste de Santa Catarina e outros 11 no Rio Grande do Sul, os recursos liberados no primeiro semestre somam R$ 688.700,00. Desde seu lançamento em novembro de 2011, foram autorizados mais de 600 operações que totalizam R$ 1.806.100,00 em crédito.

“Nossa região, atualmente, demonstra um crescimento expressivo no desenvolvimento dos pequenos negócios, o que reafirma a importância de oferecer a modalidade de microcrédito destinada aos microempresários”, salienta o presidente Ivonei Barbiero. 
No Estado, durante o mês de julho, o Juro Zero destinou R$ 2,7 milhões a 960 operações de microempreendedores individuais de Santa Catarina. Desde sua implantação, há quase dois anos, o programa já atingiu a marca de R$ 45,5 milhões em empréstimos em 16.245 operações.

O Juro Zero para MEIs é realizado pela Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS) em parceria com a Agência de Fomento de Santa Catarina (Badesc), Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina (Sebrae/SC), que dá consultoria de gestão e inovação; e é operado pelas Oscips que fazem parte da Associação das Organizações de Microcrédito de Santa Catarina (Amcred/SC). 

O programa visa a incentivar o crescimento do empreendedorismo catarinense por meio de empréstimos de até R$ 3 mil para MEIs formalizados, com receita bruta anual de, no máximo, R$ 60 mil. O pagamento é dividido em oito vezes e, caso as sete primeiras parcelas sejam pagas em dia, a oitava que corresponde aos juros da operação, é quitada pelo Governo do Estado.

Microempreendedor Individual

O microempreendedor individual é uma categoria em constante ascensão em Santa Catarina. Somente na área de abrangência da coordenadoria regional Oeste do Sebrae/SC, são atualmente mais de 9 mil profissionais que deixaram a informalidade desde 2009. No Estado, este número contabiliza mais de 105 mil. “Esse índice expressivo de formalizações deve-se ao fato de que os trabalhadores compreenderam que a iniciativa traz sustentabilidade e outros benefícios”, avalia o diretor técnico do Sebrae/SC, Anacleto Ângelo Ortigara.

 

Amcred - 23/09/2013

Link de origem 

Bookmark and Share

 

Juro Zero 100%!

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE) de Santa Catarina criou o programa Juro Zero para os microempreendedores individual (MEIs). Com o Juro Zero, a SDE promove o crescimento econômico do Estado, atuando junto à base da economia. O programa está presente em 100% do território catarinense, com mais de R$ 260 milhões concedidos em linhas de crédito.

 
  
      twitter2 facebook2 rss2

© 2011 - Desenvolvimento CIASC